Como funciona os Ingressos da Disney

Os Ingressos da Disney geram muita confusão para os seus visitantes. Eles já eram confusos, mas acabaram ficando um pouquinho mais com as mudanças feitas em 2018. Mas não se preocupe! Iremos explicar direitinho como funcionam os Ingressos da Disney para que você entenda qual é o melhor para a sua programação de viagem. Os parques da Disney são: Magic KingdomEpcotHollywood Studios e Animal Kingdom, que são os quatro parques temáticos. E os Blizzard BeachTyphoon Lagoon que são parques aquáticos. Totalizando seis parques, com diferentes tipos de ingressos.

A primeira coisa que é preciso entender, é que a Disney não vende “entradas” de parques, e sim “dias de visitas aos parques”. Parece simples, mas é o que mais gera dúvida quando o assunto são os Ingressos da Disney. Normalmente estamos acostumados com entradas para parques, você compra o seu ingresso, visita o parque e quando sai de lá não tem mais volta, já usou a sua entrada. Mas na Disney, não funciona assim.

Os Ingressos da Disney são assim: primeiro você deve planejar as suas visitas, para saber qual é o tipo de ingresso melhor para você. Caso queira ir no Magic Kingdom em um dia, no outro visitar o Epcot, no dia seguinte ir ao Hollywood Studios e no quarto dia no Animal Kingdom, então serão 4 dias de parque. Nesse caso, você irá precisar de um ingresso para quatro dias de parque. Cada vez que você visitar um parque irá gastar um dia de parque. Neste dia, você poderá entrar e sair desse parque quantas vezes quiser. Por isso se chama dia de parque, e não entrada. Entendeu? Se entendeu, então o pior já passou.

Tipos de Ingressos da Disney

Depois de já ter decidido sua viagem, sua programação, então deverá estudar os tipos de ingressos para esses parques, se irá precisar do ingresso básico ou com algum adicional. São eles:

Ingresso básico: 

O ingresso básico da Disney te dá acesso a um parque por dia. Caso seja a sua primeira viagem para a Disney, levando em consideração que não conhece os parques ainda, é preciso realmente um dia inteiro para conhecer o parque todo. Ele é um pouco mais barato que os demais. Não adianta querer entrar em dois parques no mesmo dia gastando assim “dois dias de parque” em um só. Não funciona assim, são dias e não entradas. Caso queira entrar em mais de um parque no mesmo dia, é necessário outro tipo de ingresso, como o Hopper.

Park Hopper:

Caso você já conheça os parques e queira ir em mais de um parque por dia, indo nas suas atrações preferidas de cada parque ou entrando em dois parques no mesmo dia por qualquer que seja o motivo, você pode adicionar o Hopper. Esse adicional te permite visitar mais de um parque por dia. Lembrando que, caso não conheça os parques ainda, é recomendado usar um dia inteiro para conhecer, já que são muitas atrações em cada um. O Hopper funciona para todos os dias do seu ingresso, mesmo que queira usar dois parques em apenas um dia. Adicionado o Hopper, todos os dias você terá direito a entrar em mais de um parque por dia.

Esses dois tipos de ingressos são para os parques temáticos (Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom). Se você quiser ir também nos parques aquáticos, deverá comprar essa terceira opção de ingresso:

Park Hopper Plus: 

Esse ingresso te dá direito ao Hopper, que é visitar mais de um parque por dia. E também te dá visitas aos parques aquáticos e ao mini golf (que está incluso no Hopper Plus) referente aos dias de parque escolhidos. Um exemplo: se você escolheu 4 dias de parque, e escolheu o Hopper Plus, então terá 4 dias de parques temáticos + 4 visitas aos parques aquáticos (ou mini golf). As visitas são diferentes dos dias, são mais parecidas com as entradas de parques do Brasil. Você pode usar as visitas do Hopper Plus no mesmo dia que visitou um parque temático ou não. Você também pode visitar os 4 parques temáticos e depois visitar os parques aquáticos. Lembrando que precisa estar dentro da validade do seu ingresso. Muitas pessoas visitam os dois parques aquáticos no mesmo dia, mas nesse caso, você irá gastar 2 visitas.

Uma dica é espaçar os dias de visitas, tanto dos parques aquáticos como os temáticos. Também é aconselhável usar um dia inteiro para aproveitar cada parque, seja ele um parque aquático ou um temático. Já que o valor a ser pago será o mesmo, então use um dia inteiro para aproveitar tudo o que aquele parque tem a oferecer.

Quais foram as mudanças nos Ingressos da Disney?

As mudanças feitas em 2018 nos Ingressos da Disney tornaram as coisas um pouco mais difíceis e mais caras. Mas nada que irá atrapalhar a sua viagem, vamos explicar: uma das coisas que mudaram, foi que agora, é preciso ter uma data marcada para utilizar o ingresso. Até então, depois de comprado o ingresso, você tinha até um ano (aproximadamente) para utilizar aquele ingresso. Você poderia comprar antecipadamente e começar a visitar os parques quando quisesse. Mas agora está um pouco mais complicado! Porque você precisa dizer na hora da compra quando você pretende começar a utilizar os seu ingresso. Então, a Disney te dá a validade daquele ingresso, a data final para que você o utilize, que é outra coisa que mudou.

Antes, todos os ingressos valiam por 14 dias corridos a contar do primeiro dia de uso. Se você começasse a visitar os parques no dia 1, teria até o dia 14 para utilizar o que tinha no ingresso (parque aquático, temático, dependendo do tipo de ingresso que escolhesse). A validade mudou (para menos, na maioria dos casos) e ficou assim:

Ingressos e validade 

Comprando um ingresso de 1 dia, você tem um dia (de validade) para usar. Comprando um ingresso de 2 dias (dois dias de visitas) você tem 4 dias de validade para utilizar esses dois dias de visitas.

  • Ingresso de 2 dias: usar em até 4 dias corridos
  • Ingresso de 3 dias: usar em até 5 dias corridos
  • Ingresso de 4 dias: usar em até 7 dias corridos
  • Ingresso de 5 dias: usar em até 8 dias corridos
  • Ingresso de 6 dias: usar em até 9 dias corridos
  • Ingresso de 7 dias: usar em até 10 dias corridos
  • Ingresso de 8 dias: usar em até 12 dias corridos
  • Ingresso de 9 dias: usar em até 13 dias corridos
  • Ingresso de 10 dias: usar em até 14 dias corridos

Quando se compra o Hopper Plus, você ganha 1 dia a mais de validade. Comprando o ingresso de 2 dias, por exemplo, você teria 4 dias corridos de validade para utilizar. Caso tenha escolhido o Hopper Plus, então ganharia mais um dia de validade, seria 5 dias para utilizar esses 2 dias de visitas. 4 dias de visitas, teria 7 dias de validade, mas com o Hopper Plus, são 8 dias de validade e assim por diante.

Planejamento é o segredo!

Foram muitas as pessoas que não gostaram das mudanças. Já que, diminuindo a validade para utilizar os ingressos, será necessário visitar os parques em dias muito próximos. E é cansativo. É legal espaçar os dias, utilizar um dia inteiro em um parque e descansar o outro (passeando em outro lugar, por exemplo). Assim, o aproveitamento dos parques é bem melhor. Mas com poucos dias para visitar os parques, será vários dias seguidos de parques e cansa bastante. Por isso, planeje cada dia da sua viagem para que saia tudo exatamente como o esperado. Planejando certinho, que dia irá visitar cada parque, poderá escolher o melhor tipo de ingresso para você, com o dia de validade que cabe no seu roteiro.

Outra mudança:

Os preços dos ingressos variam de acordo com a data. Quando o parque está mais vazio (que eles esperam uma lotação menor), o ingresso é mais barato. Isso é bom! Já que é bem melhor visitar o parque quando ele está mais vazio, já que as filas são menores e você aproveita melhor o parque. Nesse caso, são “dois coelhos com uma cajadada só”. E os preços variam MUITO! São muitos valores. Não tem um valor barato, um médio e um caro. Cada dia é um preço, e são vários preços. Por isso, planeje sua viagem com antecedência, olhe o dia que o parque está mais barato para começar a utilizar.

Caso tenha mudado de ideia e queira mudar o dia da sua viagem, e consequentemente mudar a data do ingresso, pode! Mas, terá que pagar a diferença do valor do ingresso para aquele dia que escolheu. Se no dia que você comprou estava um valor mais barato, e queira trocar para um dia que o valor está mais acima, terá que pagar a diferença. Caso esteja o mesmo valor, não será cobrado. E se você mudar para uma data mais barata, infelizmente não irão devolver seu dinheiro.

Ainda na mudança das datas, dito o dia em que irá começar a utilizar os ingressos, você não precisa necessariamente estar no parque naquele dia. Se o seu ingresso vale do dia 1 ao dia 14, você pode começar a visitar os parques no dia 2. Mas, a validade continuará sendo dia 14.

Opção Flex

Caso queira visitar os parques em qualquer dia do ano, também tem a opção Flex. Mas vale frisar que é preciso analisar bem a sua intenção, a sua programação e todos os tipos de ingressos para ver o que é melhor e mais barato para você. Sempre pense em todas as possibilidades.

Nota: para quem comprou os ingressos antes das mudanças, não precisa se preocupar. Não será afetado. As mudanças só valem para os ingressos comprados depois.

Pacote Hotel da Disney + Ingressos 

Se você comprar a sua estadia no Hotel da Disney, com a Disney, um pacote de Hotel + Ingresso, a validade do seu ingresso passa a ter uma duração igual a estadia (somente se for maior). Por exemplo! Com um ingresso de 5 dias de visitas, com validade de 8 dias para utilizar. Se você for ficar hospedado no Hotel da Disney por 14 dias (e comprou o ingresso com o pacote do hotel), a validade vai ser o tempo da estadia que é maior, será 14 dias. Se você comprar um pacote de hotel + ingresso somente para 4 dias de estadia, a validade do seu ingresso será os 8 dias normais, porque é maior. Isso só vale para o pacote de Hotel + Ingresso comprado junto com a Disney.

Essa opção nem sempre é a mais barata, porque comprando a estadia do hotel e os ingressos com a Disney, pode ficar bem mais caro. Lembre-se: fechando um pacote com o site da Disney, irá ter o IOF de 6,38% cobrados no cartão de crédito.

Leve absolutamente tudo em consideração na hora de comprar o seu ingresso. Pense e repense o que será melhor encaixado no seu plano de viagem. Compare os preços, compare os dias e encontre o melhor para você, para que você aproveite melhor a sua viagem e não pese tanto no seu bolso. Já que, o gasto será em dólar, então tudo será bem mais caro.

Dicas:

  • Pesquise muito antes de comprar os Ingressos da Disney, comprar direto do Brasil pode sair mais barato. Há vários locais na internet onde vendem ingressos mais baratos, mas fique esperto! Somente compre se tiver total confiança. Existe sim locais que vendem mais barato. Só pesquise bem e veja se é um local confiável.
  • Comprando o ingresso antes, você também consegue agendar o seu FastPass e ter uma melhor visita aos parques.
  • Os Ingressos da Disney são atrelados as digitais e documentos, é individual e intransferível.
  • Você pode adicionar um dia de parque durante durante a sua viagem, desde que ainda sobre um dia de validade do seu ingresso. Ou seja, é possível fazer um upgrade nos Ingressos da Disney durante o passeio.
  • Para quem se hospeda no hotel da Disney, o ingresso é uma pulseira chamada MagicBands. Que também é usada para abrir a porta do quarto de hotel. Para os demais visitantes, o ingresso é um cartão.

Agora que você já conhece mais sobre os ingressos, que tal saber mais sobre os parques e decidir em qual vai primeiro? Planeje direitinho e tenha uma boa viagem!

Veja Também:

Deixe uma resposta